sábado, 6 de fevereiro de 2010

Mudando minhas núvens de lugar...


Hoje, andei pelas ruas, pensando.
Pois que, algumas coisas aconteceram.
Estou sorrindo, estou chorando. Estou quieto...
Assim, decidi mudar...
Reformular. Redescobrir.
Tudo, de algumas coisas, estão no casulo.
Minhas frases, meus temas, as palavras...
Preciso disso. Pelo menos, por um tempo.
Eu explico...
Há dias em que as noites são claras.
Claras sim... São claras, como os dias.
São claras, como as noites de luar.
São lindas como a cor da tua luz e
claras, como a luz que vem do teu olhar.
Uau, lindo .
São desejos de mel. Pedacinhos de céu.
Rico deslumbre e vasta sensibilidade.
São espaços mágicos, azuis. De seda e algodão.
São poesias de mim. Vôo alto e amplidão.
É o desejo celeste.
Maravilha real.
Chora, sorri, resplandece.
É o amor.
É o sinal.
Deslumbre perfeito e vital, como as nuvens.
Que chegam e aconchegam.
Ficam paradas, sorrindo. Esperando pelo vento.
São sorrisos. São desejos.
São os nossos mágicos momentos...
Mágicos e que sempre guardam muito.
Como uma flor ou um segredo.
Sempre guardam sim.
E acima delas, um não saber, maravilhoso.
Acima delas, um sorriso e um sonhar.
Amor e gozo... E um profundo despertar.
Pois é, talvez, de luz.

Essas são as últimas nuvens azuis, no céu, da alameda principal.
(quem se lembra?)
Essas são as nuvens que guardam o principal segredo de seu coração.

Um beijo muito grande,

Maü Cardoso.

8 comentários:

  1. Querida Dri...
    Que bom que gostou. Que bom que te tocou.
    Sensibilidade, leveza e verdade.
    Tudo isso, combina com você.
    Adorei, que adorou.
    Beijos,
    Maü Cardoso.

    ResponderExcluir
  2. Vera, Vera, minha querida Vera...
    Escrevi o que vi e, estranhamente, o que senti.
    Desta vez, foi assim... Um pouco estranho.
    Sei lá, acho que são dessas coisas que vem pelo vento.
    E, se você gostou, para mim, é o que importa.
    Um grande beijo,
    Maü Cardoso.

    ResponderExcluir
  3. Mau querido...
    Que beleza! seu texto são lindos sentimentos desabrochando com as mudanças, que fazem parte da nossa vida, assim como o beber água e o respirar...
    E você conseguiu fazer dessa mudança, uma viagem para incontáveis lugares. Ora redescobrindo, ora reinventando, ora reformulando e ajustando tudo dentro de si,se permitindo revirar até chegar nas nuvens,onde talvez, o profundo e o oculto não residam...

    Saiu desse passeio leve,com o estimulo de rever algumas mudanças...
    Obrigada por despertar em mim essa vontade!

    Bjos

    Marisa Melo

    ResponderExcluir
  4. Marisa, meu anjo... Querida menina Mel.
    Que delícia encontrar você, por aqui.
    Vou te contar um segredinho: Você é uma de minhas visitantes prediletas. Adoro ler tuas coisas... Mas, falando em mudanças, acredito em, pelo menos, duas ou tres grandes mudanças durante a a nossa vida. Daquelas grandes, sabe? Daquelas que mudamos tudo. Enfim, mudar é bom. Nem sempre é fácil, mas é importante. Nos ajuda a rever as coisas, reformular valores, analisar limites, repensar relacionamentos... Enfim, pensarmos e sentirmos, se as coisas de nossa vida estão bem ou não. Por isso, querida Marisa Mel, se achar que deve, mude. Mude, de vez em quando. Renove as coisas de sua vida e por favor, seja muito, muito feliz.
    Um grande beijo, carinhoso...
    Maü Cardoso.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Paula querida, embora esse comentário tenha sido retirado, eu conheço o conteúdo de suas palavras.
    Fico muito feliz por fazer parte de sua vida.
    Feliz e muito orgulhoso...
    Adoro quando você aparece por aqui.
    Beijos mil,
    Maü Cardoso.

    ResponderExcluir